06 junho 2008

Traço 012

Se olharam a três passos de distância. Ele a tomou pela mão. E muito embora nenhum dos dois ainda soubesse, alguma semente se plantou ali. E já estava sendo regada. Caminharam lado a lado, em silêncio. De repente, um sussurar de palavras bonitas. Era Tom, dessa vez em versos de Fotografia: Eu, você, nós dois. Sozinhos neste bar à meia-luz. E uma grande lua saiu do mar...





Bossa de Amores, escrito pela menina que sabe falar de amor, lá no Deixa eu brincar de ser feliz?

5 comentários:

  1. E por incrível que pareça li esse blog ontem e achei fantástico.

    ResponderExcluir
  2. Esta brisa da tarde
    Afaga as folhas com invisível mão
    Arrasta consigo os sonhos perdidos
    Soltos do encanto da real paixão


    Bom fim de semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  3. Sempre a nossa Jaya... perfeita.
    Ótima escolha!

    ResponderExcluir
  4. Ah... Tom sempre acaba comigo.

    Vou visitar a menina.

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  5. Que palavras verdes!!!
    eu, você, nós dois...perfeito


    beijos

    ResponderExcluir

rabisque!