18 março 2010

traço 168

Certas coisas, vento nenhum consegue nos arrancar: o melhor de tudo, a essência de tudo, o sentido de tudo... A GENTE MESMO.

Um comentário:

  1. Concordo, a intensidade da tempestade não abala o que a gente tem de melhor.
    braços
    lulu

    ResponderExcluir

rabisque!