17 novembro 2010

traço 245

Quando tínhamos 5 anos nos pediram que disséssemos o que queríamos ser quando crescesse. Nossas respostas foram coisas como astronauta, o presidente, ou no meu caso, uma princesa. Quando estávamos com dez anos, eles perguntaram novamente. Nós respondemos a estrela do rock, cowboy, ou no meu caso, medalhista de ouro. Mas agora que nós crescemos, eles querem uma resposta séria. Bem, quem diabos sabe? Este não é o momento de tomar decisões duras e rápidas, esta é a hora de cometer erros. Pegar o trem errado e ficar preso em algum lugar. Apaixone-se, muito. Mude sua mente e mude de novo, porque nada é permanente. Então, cometa muitos erros, como você pode. Dessa forma, algum dia, quando voltarem a perguntar o que queremos ser, não teremos de adivinhar. Nós saberemos.

Jessica Stanley - Eclipse


2 comentários:

  1. kramba vc sumiu :s tava preocupada. rsrs

    ResponderExcluir
  2. Desde que meu professor enfatizou que as unicas coisas nesta vida que não podemos trocar são filhos e a profissão, fiquei com medo de decidir errado e me perder pra sempre numa estação ferroviária.

    ResponderExcluir

rabisque!