29 dezembro 2010

traço 252

São tudo histórias, menino. A história que está sendo contada, cada um a transforma em outra, na história que quiser. Escolha, entre todas elas, aquela que seu coração mais gostar, e persiga-a até o fim do mundo. Mesmo que ninguém compreenda, como se fosse um combate. Um bom combate, o melhor de todos, o único que vale a pena. O resto é engano, meu filho, é perdição.




- Caio F. Abreu in “Onde andará dulce veiga”


4 comentários:

  1. "Persiga-a até o fim do mundo..."
    Precisamos escolher de verdade que histórias queremos perseguir... e apostar nela com todas as forças do mundo. Às vezes, nem isso conseguimos fazer.
    Bjão e uma quarta super iluminada:)

    ResponderExcluir
  2. Concerteza! até o fim do mundo!Isso vale para os sonhos tbm.Não podemos deixar que nos arranquem os sonhos,não podemos perde-los pelo caminho,por mais complicado que pareça realiza-los.Devemos persegui-los até o fim.Um dia a gente os encontra.BeIJoS

    ResponderExcluir
  3. Isso me deixa mais animada, e otimista. Adorei.

    :*

    ResponderExcluir

rabisque!