21 fevereiro 2013

traço 319

Chorei porque a lembrança pareceu distante (...) mas aí vi que o tempo castigou foi a mim e me roubou outra lembrança tão doce. (...) eu um bebê e você vestindo o sorriso mais lindo desse mundo todo. Esse seu sorriso, que sempre foi a razão do sol brilhar.(...) Sobra tanto espaço agora. Sobra uma casa vazia e uma janela solitária sem sua companhia.


— a  saudade da linda Ana Flávia.

4 comentários:

rabisque!