20 novembro 2013

traço 323

Eu nunca imaginei alguém que estivesse o infinito dentro de si pudesse murchar daquele jeito.

Da Babi, na sua poesia de quarta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

rabisque!